sebraelogo

Loja de material de construção

Paulo César Borges de Sousa

Apresentação

Aviso: Antes de conhecer este negócio, vale ressaltar que os tópicos a seguir não fazem parte de um Plano de Negócio e sim do perfil do ambiente no qual o empreendedor irá vislumbrar uma oportunidade de negócio como a descrita a seguir. O objetivo de todos os tópicos a seguir é desmistificar e dar uma visão geral de como um negócio se posiciona no mercado. Quais as variáveis que mais afetam este tipo de negócio? Como se comportam essas variáveis de mercado? Como levantar as informações necessárias para se tomar a iniciativa de empreender?
A história dos materiais de construção acompanha a história da humanidade e é dividida conforme a predominância de uso dos materiais ou por seus aperfeiçoamentos: Idade da Pedra, Idade do Bronze; ou por seus melhoramentos: Idade da Pedra Lascada e Idade da Pedra Polida.
Até a época dos grandes descobrimentos, a única transformação que os materiais sofriam para serem utilizados nas construções era a moldagem.
Os tempos mudaram e as necessidades também. Através dos anos, surgiram novos materiais e técnicas de construção, que gradativamente foram substituindo outros que se tornaram obsoletos.
Atualmente os materiais podem ser simples ou compostos, obtidos diretamente da natureza ou elaborados industrialmente. Existem diversas opções para os diversos usos, assim como diferentes propriedades e variedades de um mesmo material.
Nesta "Idéia de Negócio" serão apresentadas informações importantes para o empreendedor que tem intenção de abrir uma Loja de Material de Construção. Os dados aqui mencionados referem-se a uma loja com foco em produtos da primeira fase de construção. A primeira fase da construção requer produtos básicos, como por exemplo, cimento, tijolos, areia, esquadrias e telhado.
Este documento não substitui o Plano de Negócios, que é imprescindível para iniciar um empreendimento com alta probabilidade de sucesso. Para a elaboração do Plano de Negócio, deve ser consultado o SEBRAE mais próximo.
 

Mercado

No Brasil existem 138 mil Lojas de Material de Construção, das quais 56% estão localizadas no Estado de São Paulo; 10% em Minas Gerais; 6% no Rio de Janeiro; 4,5% no Rio Grande do Su e 24% espalhadas nos demais estados do Brasil
A indústria de material de construção é responsável por 4,1% do PIB brasileiro. Deste percentual, 72% deve-se às lojas de material de construção de pequeno e médio porte.
Em maio de 2008 as vendas apresentavam um acelerado ritmo de crescimento, que foi interrompido em outubro do mesmo ano pela crise econômica mundial. As vendas começaram a apresentar sinais de reaquecimento no mês de maio em 2009, mas o crescimento foi retomado de fato no segundo semestre daquele ano.
Ameaças e oportunidades
As oportunidades de negócios são definidas pelas possibilidades de bons resultados que o empreendedor vislumbra ao implantar um novo empreendimento.
O conhecimento real das possibilidades de sucesso somente será possível através de pesquisa de mercado.
Uma pesquisa não precisa ser sofisticada, dispendiosa - em termos financeiros - ou complexa. Ela pode ser elaborada de forma simplificada e aplicada pelo próprio empresário, para estudar a concorrência já instalada , os preços praticados e características gerais do público que pretende atingir. O risco de abrir as portas sem conhecimento do ambiente local é muito grande.
Oportunidades:
 Investimento do governo no setor de construção civil.
 Expansão do crédito para pessoa física.
 A associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção - ANAMACO identificou no setor uma grande demanda reprimida por materiais para construção, segundo dados do IBGE dos 45 milhões de domicílios existentes no país, 7,5 milhões não possuem banheiros.
 
As ameaças são representadas por todas as possibilidades de insucesso que o futuro empresário pode identificar para o novo negócio. A realização da pesquisa sugerida fornece subsídios para a previsão de dificuldades que poderão aparecer pelo caminho.
Ameaças:
 Aumento do desemprego no país e seu impacto nas vendas no varejo;
 Concorrência dos Home Centers.
""

Localização

A localização é um aspecto de relevância para iniciação de um empreendimento. Ela poderá ser determinante para o sucesso ou insucesso do futuro negócio. Para definir a localização é importante que o empreendedor já tenha definido público que deseja atingir e feito um mapeamento dos principais concorrentes.
Outros aspectos que precisam ser observados:
Clientes:
Facilidade de acesso;
Facilidade de estacionamento (local ou próximo);
 
Funcionários:
Proximidade de estações e pontos de transporte coletivo;
Infraestrutura de serviços (restaurantes, farmácias, bancos);
 
Aspectos urbanísticos e de infraestrutura:
Segurança da região;
Infraestrutura de serviços públicos (Bombeiros, Polícia, Hospital, Correio);
Se o local está sujeito a inundações ou está próximo a áreas de risco;
Disponibilidade dos serviços de água, luz, telefone e internet;
Serviços de recolhimento de lixo;
 
Aspectos econômico financeiros:
Preço de aluguel e qualidade dos imóveis disponíveis;
Quando escolher o imóvel, deve-se verificar se está localizado em rua que permita o funcionamento de comércio de acordo com a lei de zoneamento do município.
A proximidade da loja dos fornecedores, que só vendem no atacado, não caracterizando assim, concorrência, poderá influenciar na formação do preço de venda do produto.

Exigências

Para dar início ao processo de abertura da empresa é necessário que se cumpra os seguintes procedimentos:
 
1.Consulta Comercial
Antes de realizar qualquer procedimento para abertura de uma empresa primeiro é preciso  realizar uma consulta prévia na prefeitura ou administração local. A consulta tem por objetivo verificar se no local escolhido para a abertura da empresa é permitido o funcionamento da atividade que se deseja empreender.
Outro aspecto que precisa ser pesquisado é o endereço. Em algumas cidades, o endereço registrado na prefeitura é diferente do endereço que todos conhecem. Neste caso é necessário o endereço correto, de acordo com o da prefeitura, para registrar o contrato social, sob pena de ter de refazê-lo.
 
Órgão responsável:
 Prefeitura Municipal;
 Secretaria Municipal de Urbanismo.
 
2.Busca de nome e marca
 
Verificar se existe alguma empresa registrada com o nome pretendido e a marca que será utilizada.
 
Órgão responsável:
 Junta Comercial ou Cartório (no caso de Sociedade Simples) e Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI).
 
3.Arquivamento do contrato social/Declaração de Empresa Individual
 
Este passo consiste no registro do contrato social. Verifica-se também, os antecedentes dos sócios ou empresário junto a Receita Federal, através de pesquisas do CPF.
 
Órgão responsável:
Junta Comercial ou Cartório (no caso de Sociedade Simples.
 
4.Solicitação do CNPJ
 
Órgão responsável:
Receita Federal.
 
5.Solicitação da Inscrição Estadual
Órgão responsável:
Receita Estadual
 
6.Alvará de licença e Registro na Secretaria Municipal de Fazenda
 
O Alvará de licença é o documento que fornece o consentimento para empresa desenvolver as atividades no local pretendido.
 
Órgão responsável:
Prefeitura Municipal;
Secretaria Municipal da Fazenda.
 
7.Matrícula no INSS
 
Órgão responsável:
Instituto Nacional de Seguridade Social; Divisão de Matrículas ? INSS.

Estrutura

A área mínima necessária para uma Loja de Material de Construção é de aproximadamente 100m?2;. A área da loja deve ser dividida entre show room, depósito e escritório. A seguir segue sugestão de equipamentos para cada ambiente da loja:
 
Equipamentos para o Show Room
 
 Prateleiras para exposição de produtos;
 Mesas e cadeiras para atendimento personalizado ao cliente;
 Balcões para entrega dos produtos e que também podem funcionar como vitrines.
 Móvel para o caixa.
 Palets expositores.
 
Equipamentos para Escritório
 
 Mesa;
 Cadeiras;
Arquivo para pastas suspensa;
 Computador;
 Impressora;
Telefone/Fax
 
Equipamentos para Depósito
 
Prateleiras
 
A estrutura de uma Loja de Material de Construção pode ser simples, porém deve ser bem planejada para:
 
 Oferecer mobilidade aos funcionários e clientes,
 Oferecer facilidade de acesso às pessoas com de necessidades especiais,
 Proporcionar espaço adequado para exposição das mercadorias,
 Evitar poluição visual,
 Oferecer conforto e beleza,
 Proporcionar boa iluminação,
 Proporcionar boa ventilação.
 
Outras soluções para proporcionar conforto e comodidade ao cliente podem ser adotadas, como por exemplo, espaço exclusivo no interior da loja que sirva café, água e biscoitos.

Pessoal

U maLoja de Material de Construção precisa de profissionais que exerçam as funções de administrador, vendedor e caixa.
Para amenizar os custos iniciais com folha de pagamento, convém optar pela contratação de uma equipe enxuta. De acordo com empreendedores do ramo é possível começar com apenas quatro pessoas, desde que os dois profissionais reúnam as competências necessárias para tocar o empreendimento:
Administrador
Capacidade para lidar com imprevistos;
Atuar preventivamente;
Ter raciocínio lógico, crítico ,analítico e pragmático;
Ter conhecimento de gestão empresarial.
Vendedor
Conhecimento do produto;
Habilidade de relacionamento interpessoal;
Habilidade para negociar;
Próatividade;
Cortesia e educação para com os clientes e colegas;
Inteligência emocional para lidar com possíveis conflitos.
Caixa
Conhecimento da função;
Idoneidade;
Raciocínio lógico desenvolvido;
Cortesia e educação para com os clientes e colegas.
A capacitação de profissionais deste ramo de negócio deve estar direcionada para o desenvolvimento das competências citadas acima.
O piso salarial dos empregados de uma Loja de Materiais de Construção é regulado pelo Sindicato do Comércio Atacadista e Varejista de Material de Construção. A partir do piso salarial, o empresário deverá manter políticas que remunerem adequadamente os empregados, considerando-se os níveis de competências pessoais.
Ao adotar uma política de retenção de pessoal, oferecendo incentivos e benefícios financeiros ou não, a empresa poderá diminuir os níveis de rotatividade e obter vantagens como a criação de vínculo entre funcionários e clientes e ainda a diminuição de custos com:
recrutamento e seleção;
treinamento de novos funcionários;
custos com demissões.

Equipamentos

Para montar uma Loja de Material de Construção o empreendedor poderá verificar a possibilidade de adquirir móveis usados em bom estado de conservação do show room e escritório de. Esta é uma alternativa para aliviar os custos de quem está começando.
Para estruturar a loja serão necessários os seguintes equipamentos:
Equipamentos para o Show Room
Cinco prateleiras para exposição de produtos;
Duas mesas;
Seis cadeiras;
Três Balcões;
Um móvel para o caixa;
Três expositores;
Um computador
Uma impressora fiscal
Equipamentos para Escritório
Uma mesa;
Três cadeiras;
Um arquivo para pastas suspensa;
Um computador;
Uma impressora;
Um Telefone/Fax
Equipamentos para Depósito
Três prateleiras
As Lojas de Material de Construção oferecem o serviço de entrega em domicílio. Este serviço geralmente é terceirizado e o custo é repassado ao cliente. No entanto, se o empreendedor optar por não terceirizar, precisará adquirir um caminhão para realização de entregas. Bancos e financeiras oferecem financiamentos exclusivos com taxas diferenciadas de financiamento de veículo para pessoa jurídica. É importante a realização de uma pesquisa para se informar sobre as melhores taxas praticadas no mercado e também verificar o custo/benefício de aquisição de um veículo ?zero? ou semi-novo.
O empresário deve avaliar se existe necessidade de instalação de sistema de alarmes, bem como a contratação de seguro para os equipamentos e estoque, considerando os riscos pertinentes à região em que a loja está instalada.
Fornecedores de Equipamentos:
Aço Móveis
Av Monte Castelo, 128 Jd Gramacho
Duque de Caxias
Rio de Janeiro ? RJ
Tel.: (21) 2671 0165
Site: http://www.acomoveis.com.br
 
JL Móveis
Tel.: (21) 2671 5974
Site: http://www.jlmoveis.com.br

Matéria Prima

A gestão de estoques no varejo é a procura do constante equilíbrio entre a oferta e a demanda. Este equilíbrio deve ser sistematicamente aferido através de, entre outros, os seguintes três importantes indicadores de desempenho:
Giro dos estoques: o giro dos estoques é um indicador do número de vezes em que o capital investido em estoques é recuperado através das vendas. Usualmente é medido em base anual e tem a característica de representar o que aconteceu no passado.
Obs.: Quanto maior for a freqüência de entregas dos fornecedores, logicamente em menores lotes, maior será o índice de giro dos estoques, também chamado de índice de rotação de estoques. Cobertura dos estoques: o índice de cobertura dos estoques é a indicação do período de tempo que o estoque, em determinado momento, consegue cobrir as vendas futuras, sem que haja suprimento. Nível de serviço ao cliente: o indicador de nível de serviço ao cliente para o ambiente do varejo de pronta entrega, isto é, aquele segmento de negócio em que o cliente quer receber a mercadoria, ou serviço, imediatamente após a escolha; demonstra o número de oportunidades de venda que podem ter sido perdidas, pelo fato de não existir a mercadoria em estoque ou não se poder executar o serviço com prontidão.
Portanto, o estoque dos produtos deve ser mínimo, visando gerar o menor impacto na alocação de capital de giro. O estoque mínimo deve ser calculado levando-se em conta o número de dias entre o pedido de compra e a entrega dos produtos na sede da empresa.
Uma Loja de Material de Construção que vende produtos básicos oferece, principalmente, os seguintes produtos:
Arame
Areia e Pedra
Argamassa
Tijolo
Cal
Cantoneira
Cimento
Espaçador
Ferro
Madeiras
Rejunte
Telhas
Caixas D'Agua
Bombas
Caixas, Grelhas e Ralos
Conexões
Tubos
Quadros de Luz
Tomadas e Interruptores
Torneiras
Duchas
Registros
Alguns fornecedores:
Eluma S/A Indústria e Comércio
R. Felipe Camarão, 500, Utinga
Santo André, SP
Tel: (11) 4463-7614
Site: http://www.paranapanema.com.br/
 
Fortlev Fortlev Espírito Santo
Rua 7, Quadra XV, Lote 1, Nº 120
Civit II - Serra ? ES
Tel: 27) 2121-6700
 
Fortlev Bahia
Rua H, Quadra H, caixa postal 116 Poloplast
Camaçari - BA
Tel: (71) 2201-3990
 
Fortlev São Paulo
Av. Pedro Celestino Leite Penteado,501 - Jordanésia
Cajamar - SP
Tel: (11) 4898-9100
 
Fortlev Santa Catarina
ROD. BR 101 Km 64,7 - Sn. - Galpão1 Corveta
Araquari - Santa Catarina
Tel: (47) 3801-5200
 
Tigre S/A
Informações de compras por Estado: http://www. tigre.com.br/pt/onde_comprar.php?rcr_id=39
Site: http://www.tigre.com.br
 
Usina Fortaleza ICFM Ltda?
Rua Sao Paulo, 02
Engenho Novo
Barueri - SP
(11) 2102-0202
Site: http://www.usinafortaleza.com.br?

Processos Produtivos


O processo produtivo em uma Loja de Material de Construção pode ser estruturado da seguinte forma:

Compra do produto - Venda do Produto - Baixa do Produto no Estoque - Entrega do Produto ao Cliente - Reposição do Produto no Estoque (que corresponde à etapa de compra do produto)

Compra do Produto

Esta etapa do processo produtivo consiste no contato que o proprietário ou pessoa responsável por compras faz com o fornecedor para pedido de mercadorias.

Venda do Produto

A venda do produto é uma fase muito importante e que requer bastante atenção do empresário em qualquer estabelecimento comercial. Cabe ao vendedor orientar e oferecer opções de acordo com a necessidade do cliente.
 
Baixa do Produto no Estoque

Para que o empresário tenha controle das vendas é fundamental que todos os produtos existentes na loja estejam cadastrados e que todo produto vendido seja lançado em algum sistema ou documento que permita este controle.

Entrega do Produto ao Cliente

A entrega do produto pode ser feita no balcão ao cliente, ou se o cliente desejar a maioria das lojas faz entrega em domicílio.

Reposição do Produto no Estoque

As compras geralmente são programadas. Os produtos de maior giro são repostos com periodicidade regular
O prazo de entrega de compras não programadas dependerá da disponibilidade em estoque do fornecedor. A maioria dos fornecedores leva trinta dias para entregar o produto nas grandes cidades.
Todos os produtos que chegam à loja devem ir para o depósito. No depósito precisam ser cadastrados antes de serem disponibilizados para venda.

Automação

Automação na Gestão da Loja de Material de Construção
 
Existem vários softwares no mercado que possibilitam a automação da gestão de estabelecimentos comerciais. Entretanto, o mais indicado é que o empresário invista em softwares específicos para uma Loja de Material de Construção que permitem a gestão eficiente do negócio. Dentre os benefícios que um software de gestão pode oferecer, pode-se elencar alguns.
 
Controle de clientes com gerenciamento de relacionamento CRM (Customer relationship management)
Controle de informações recebidas do SPC (Serviço de Proteção ao Crédito
Verificação do limite de crédito do cliente;
Acompanhamento de negociação no pós-venda;
Personalização do perfil do cliente para gerar recomendação de venda, de acordo com as preferências do cliente;
Envio de e-mail direto e personalizado para comunicação com os clientes
Controle de fornecedores com histórico de compras;
Relação de produtos e controle de estoque;
Controle de estoque automático através de compra/venda;
Tabela de preços;
Leitura de códigos de barras;
Relatórios de acompanhamento: fornecedor (de quem foi comprado) / cliente para quem foi vendido;
Contas a pagar;
Controle de despesas;
Contas a receber ou crediário;
Controle bancário (taxas, tarifas, cheques já compensados, etc);
Fluxo de caixa;
Cálculo e controle de comissão de vendedores.
 
Alguns fornecedores:
 
Afirmação Softwares Empresariais
Rua Morom, 2968 / Sala 5 ? Boqueirão
99010-035
Passo Fundo - RS
(54) 3314-7889
 
Cia. do Software
São Paulo - SP
Telefone: (11) 4122-6855
www.ciadosoftware.com.br
 
Hime System
Rio de Janeiro - RJ
Telefones: (21) 2548-3508, 2236-6407, 9617-6886
http://www.hime.com.br

Canal de Distribuição

O principal canal de distribuição de uma Loja de Material Construção é de venda direta, no qual o cliente vai à loja para fazer suas compras. Ainda dentro desta forma de distribuição, existe o serviço de entrega em domicílio. Algumas lojas já oferecem o serviço de compra pela internet.
 

Investimentos

O valor total a ser investido depende de um conjunto de decisões que precedem a instalação do negócio; como por exemplo:
Decidir sobre o local que será montado o negócio: se o imóvel será próprio ou alugado.
Avaliar todas as modificações necessárias que deverão ser realizadas no local para o funcionamento do negócio.
Os resultados das decisões referentes a estes itens surgirão com a elaboração do Plano de Negócios. Etapa fundamental para quem deseja empreender de forma consciente, ?o plano de negócios é a validação da idéia, análise de sua viabilidade como negócio? (DOLABELA, 1999, p.17).
Considerando uma Loja de Material de Construção instalada numa área de 100m?2;, é necessário um investimento inicial estimado em R$ 86.760,00 (oitenta e seis mil setecentos e sessenta reais) a ser alocado majoritariamente nos seguintes itens :
Reforma do local: R$ 5.000,00;
Móveis e Equipamentos: R$ 12.300,00;
Estoque ? prima inicial: R$ 60.000,00
Capital de giro: R$ 14.460,00

Capital de Giro

Custos

Os custos indicam as despesas (gastos) de um negócio. Podem ser fixos, que independem do faturamento, ou seja, aluguel, salários, gastos com contador, água, luz, telefone, internet. Ou podem ser variáveis, que estão relacionadas a quantidade de serviço prestado no mês como por exemplo: impostos e aquisição de mercadorias.
A escolha dos fornecedores é importante, por isso é fundamental que se faça uma boa pesquisa para selecionar os melhores preços e a melhor qualidade.
Podem ser tomadas algumas providências que ajudem a diminuir o valor dos custos fixos, como por exemplo:
Optar por locais em que o aluguel tenha um preço menor, desde que não prejudique a competitividade e que tenha uma boa relação custo/benefício;
Optar por planos de telefone com custos mais baixos;
Evitar gastos e despesas desnecessários, como por exemplo: perda de material, excessos com telefone e etc.
Manter uma equipe de pessoal enxuta;
E outras ações de acordo com a realidade de cada empreendimento.
Os custos para uma abrir uma Loja de Material de Construção devem ser estimados considerando os itens a seguir:
Salários, e encargos;
Tributos, impostos, contribuições e taxas;
Aluguel, taxa de condomínio, segurança;
Luz, telefone e acesso a internet;
Produtos para higiene e limpeza;
Recursos para manutenções e correções;
Assessoria contábil;
Propaganda e publicidade da empresa;
Aquisição de mercadoria
É essencial que se faça uma análise criteriosa de todas as despesas, buscando formas de minimizá-las sem prejudicar a qualidade do atendimento e dos produtos oferecidos pela Loja de Material de Construção.
 

Como agregar valor

Para manter-se competitiva, uma Loja de Material de Construção precisa buscar alternativas que a diferencie dos concorrentes.
Para agregar valor à Loja de Material de Construção existem diversas opções, das mais simples às mais sofisticadas, dentre elas pode-se citar:
Oferecer ao cliente comodidade e beleza proporcionando prazer de freqüentar a loja;
Oferecer ao cliente um excelente atendimento deixando-o satisfeito independentemente de possuir o que ele precisa;
Treinar os funcionários para estarem sempre dispostos a ouvirem e considerarem as opiniões dos clientes;
Personalizar o atendimento, oferecendo um atendimento diferenciado a cada um dos clientes;
Estar a frente dos concorrentes buscando as inovações tecnológicas do setor.
Parceria com arquitetos e decoradores. Estantes com coleções de revistas, computador disponível para pesquisar em site de decoração.
Entregas no prazo, serviços feitos com qualidade, escuta atenciosa e diálogo de compromisso influenciam muito na satisfação dos clientes. Ao oferecer um atendimento de qualidade, a empresa cria um diferencial, constrói um relacionamento de confiança e torna inconveniente a migração do cliente para um concorrente.

Divulgação

Diante de um ambiente tão concorrido e competitivo quanto o mercado de Lojas de Material de Construção, a divulgação é um importante instrumento para tornar a empresa e seus produtos conhecidos pelos clientes potenciais. O objetivo da divulgação é construir uma imagem positiva frente aos clientes e tornar conhecidas suas promoções.
A divulgação pode ser feita utilizando os mais variados meios de comunicação como:
Mala Direta;
Telemarketing;
Mídia especializada: Rádio, TV, Jornais e Revistas, Placas e Outdoors, Panfletos;
Feiras e eventos.
A mídia mais adequada é aquela que tem linguagem adequada ao público- alvo, se enquadra no orçamento do empresário e tem maior penetração e credibilidade junto ao cliente.
Além da propaganda, existem outras formas de divulgação dos produtos de uma Loja de Material de Construção, dentre elas pode-se citar:
Loja bem decorada;
Elaborar um site com apresentação atraente, com alguns produtos e curiosidades sobre a loja e seu funcionamento;
Fazer promoções;
Unir-se com outros empresários para diminuir custos de divulgação, por meio de folhetos com divulgação de diferentes estabelecimentos;
Todas as formas de divulgação apresentadas são importantes para divulgação da Loja de Material de Construção, e terão o resultado potencializado se o empresário investir no bom atendimento e na qualidade dos produtos.
A atenção dispensada ao consumidor, um produto de qualidade aliados a um preço justo, são a garantia do retorno do cliente.
A propaganda boca a boca, feita pelo cliente encantado, é a promoção mais sincera e eficaz.

Informaçes Legais

Eventos

A seguir serão indicados alguns eventos tradicionais que podem ser frequentados por quem possui Loja de Material de Construção:
 
Construir Minas
Realização:   Fiemg com o apoio da Tambasa
Evento: Anual
Local: Minas Gerais
Mais Informações:
www.feiraconstruir.com.br/mg/default.aspx
 
Construir Rio
Evento: Anual
Local: Rio de Janeiro
www.feiraconstru ir.com.br/rj/default.aspx
 
Construsul - Feira Internacional da Construção Civil
Evento: Anual
Local: Porto Alegre- RS
Mais Informações:
www.feiraconstrusul.com.br
 
 
Expoconstrução Bahia
Realização: SINDUSCON Bahia
Evento: Anual:
Local: Bahia
Mais Informações:
http://www.feiraconstruir.com.br/ba/
 
Feicon - Feira Internacional da Indústria da Construção
Evento: Anual
Local: São Paulo - SP
Mais Informações
www.feicon.com.br
 
Minascon - Feira da Indústria da Construção
Evento: Anual
Local: Belo Horizonte - MG
Site: www.minascon.com

Entidades

Relação de entidades para eventuais consultas:
 
ACOMACAC - Associação do Comércio de Materiais de Construção de Minas Gerais
Av. do Contorno, 2.090 conj 801, Floresta
Belo Horizonte - Minas Gerais
Telefone: (31) 3212-7079 ? FAX: (31) 3212-7079 ? Celular: (31) 9613-8612
http://www.acomacmg.com.br
 
SINDMAC - Sindicato do Comércio Varejista de Materiais de Construção do DF
SIA Trecho 04 Lote 1130 Ed SENAP I Sala103
Brasília ? DF
Telefone: (61) 3361-1135 ? Fax: (61) 3363-3120
www.sindmac.com.br
 
SINDUSCOM - Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo
Rua Dona Veridiana, 55
São Paulo ? SP
Fone: (11) 3334-5600
www.sindusconsp.com.br/
 
SINTRAMACON/DF - Sindicato dos Trabalhadores do Comércio Atacadista e Varejista de Materiais de Construção do Distrito Federal
SIA - Trecho 3 - Lote 1310 - Ed. Taya - Sala 316
Brasília/DF
Telefone: 361-1135
 
FECOMERCIO - DF Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Distrito Federal
SCS Qd 02 Bloco D nº 03 Ed Oscar Niemeyer 9º Andar
Telefone: (61) 3039-4224 - Fax: (61) 3321-1973
www.portal.fecomerciodf.com.br
 
FECOMERCIO ? MG. Federação do Comércio de Minas Gerais-
Rua Curitiba, 561 ? Centro
Belo horizonte ? MG
Telefone: (31) 3270-3300 - Fax: (31) 3270-3337
www.fecomerciomg.org.br/
 
FECOMERCIO ? RJ .Federação do Comércio do Estado do Rio de Janeiro
Rua Marquês de Abrantes, 99 ? Flamengo
Rio de Janeiro - RJ
Telefone: (21) 3138-1010 ? Fax:. (21)3138-1559
 
FECOMERCIO ? SP. Federação do Comércio do Estado de São Paulo
Rua Dr. Plínio Barreto, 285, Bela Vista
São Paulo - SP
Telefone: 55 (11) 32541700
www.fecomercio.com.br
 

Normas Técnicas

1. Normas específicas para Loja de Material de Construção:

Não existem normas aplicadas a este negócio.


2. Normas aplicáveis na execução das instalações de uma Loja de Material de Construção:

 ABNT NBR 15842:2010 - Qualidade de serviço para pequeno comércio ? Requisitos gerais- Esta Norma estabelece os requisitos de qualidade para as atividades de venda e serviços adicionais nos estabelecimentos de pequeno comércio, que permitam satisfazer as expectativas do cliente.

 ABNT NBR 12693:2010 ? Sistemas de proteção por extintores de incêndio - Esta Norma estabelece os requisitos exigíveis para projeto, seleção e instalação de extintores de incêndio portáteis e sobre rodas, em edificações e áreas de risco, para combate a princípio de incêndio.

 ABNT NBR 5410:2004 Versão Corrigida:2008 - Instalações elétricas de baixa tensão - Esta Norma estabelece as condições a que devem satisfazer as instalações elétricas de baixa tensão, a fim de garantir a segurança de pessoas e animais, o funcionamento adequado da instalação e a conservação dos bens.

 ABNT NBR 5413:1992 Versão Corrigida:1992 - Iluminância de interiores - Esta Norma estabelece os valores de iluminâncias médias mínimas em serviço para iluminação artificial em interiores, onde se realizem atividades de comércio, indústria, ensino, esporte e outras.

 ABNT NBR 5419:2005 - Proteção de estruturas contra descargas atmosféricas - Esta Norma fixa as condições de projeto, instalação e manutenção de sistemas de proteção contra descargas atmosféricas (SPDA), para proteger as edificações e estruturas definidas em 1.2 contra a incidência direta dos raios. A proteção se aplica também contra a incidência direta dos raios sobre os equipamentos e pessoas que se encontrem no interior destas edificações e estruturas ou no interior da proteção impostas pelo SPDA instalado.

 ABNT NBR 5626:1998 - Instalação predial de água fria - Esta Norma estabelece exigências e recomendações relativas ao projeto, execução e manutenção da instalação predial de água fria. As exigências e recomendações aqui estabelecidas emanam fundamentalmente do respeito aos princípios de bom desempenho da instalação e da garantia de potabilidade da água no caso de instalação de água potável.

 ABNT NBR 9050:2004 Versão Corrigida:2005 - Acessibilidade a edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos - Esta Norma estabelece critérios e parâmetros técnicos a serem observados quando do projeto, construção, instalação e adaptação de edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos às condições de acessibilidade.

 ABNT NBR IEC 60839-1-1:2010 - Sistemas de alarme - Parte 1: Requisitos gerais - Seção 1: Geral - Esta Norma especifica os requisitos gerais para o projeto, instalação, comissionamento (controle após instalação), operação, ensaio de manutenção e registros de sistemas de alarme manual e automático empregados para a proteção de pessoas, de propriedade e do ambiente.

Glossário

Arcaico ? Antigo, velho.
 
Home Center - centro de compras de produtos para casa.
 
Obsoleto ? Caído em desuso, arcáico
 
Palets expositores ? plataformas feitas de diversos materiais, como por exemplo madeiras, metais, etc., utilizadas como base para colocação de mercadorias para exposição.  
 
Show room ? espaço paraexposição de produtos.

Dicas de Negócio

Dicas importantes para quem pensa em montar uma Loja de Material de Construção:
 
Verificar os preços praticados pelos concorrentes;
 Dar atenção aos funcionários para garantir um excelente atendimento;
 Estabelecer uma excelente relação com fornecedores;
 Estar presente diariamente na Loja de Material de Construção;
 Para o empreendedor que está começando uma dica para diminuir os custos é investir em equipamentos usados.

Caracteristicas

De acordo com McClelland (1972), citado por Schmidt e Dreher, 2006, existem características comportamentais que são comuns aos empreendedores. Essas características são denominadas, Características Comportamentais Empreendedoras ? CCEs das quais pode-se citar:
 
Busca constante de oportunidades;
Toma iniciativas;
É persistente;
Possui disposição para correr riscos calculados;
Exige de qualidade e eficiência;
Compromete-se com o que faz;
Procura manter-se informado;
Estabelece metas;
Planeja e monitora as tarefas;
Busca feedback;
É confiante e independente;
Procura estabelecer redes de contatos e relações comerciais;
É negociador;
 
Um empreendedor ?saberá aprender o que for necessário para a criação, desenvolvimento e realização de sua visão?. ( Dolabela , 1999 p. 70). Considerando-se esta afirmativa, percebe-se em qualquer área que se deseje atuar é preciso estar disposto a aprender. Para ter sucesso numa Loja de Material de Construção é necessário que o empreendedor se concentre no desenvolvimento das características empreendedoras citadas.

Bibliografia

DOLABELA, Fernando. Oficina do empreendedor. São Paulo. Cultura. Editores Associados, 1999.
 
Referências Eletrônicas
 
AZEVEDO, Gustavo Carrer I. A boa divulgação da empresa. Disponível em: http://www.sebraesp.com.br/midiateca/publicacoes/saiba_mais/marketing/boa _divulgacao_empresa . Acesso em abril/2009
 
MORAES, Conceição. Você possui uma abordagem para gerenciar seu negócio? Disponível em: http://mcmoraescosta.wordpress.com/page/2/ . Acesso em: Abril/2009.
 
A evolução dos materiais de construção. Disponível em: www.fag.edu.br/.../MATERIAIS%20DE%20CONSTRU%C7%C3O/aula%201%20e%20aula%20 2.doc . Acesso em Fevereiro / 2010
 
Aloureiro, Roberto. Mercado recebe mais recursos para materiais de construção. Disponível em:  http://www.blogtecnisa.com.br/mercado/mercado-recebe-mais-recursos-para-m ateriais-de-construcao/ Acesso em Fevereiro / 2010
 
Camargo, Caio. Falando de varejo: Lojas de materiais para construção. Disponível em: http://www.administradores.com.br/informe-se/artigos/falando-de-varejo-lo jas-de-materiais-para-construcao/24451/ Acesso em Fevereiro / 2010
 
Camargo, Caio. Montando uma loja de construção. Disponível em: http://falandodevarejo.blogspot.com/2008/10/dvida-do-leitor-montando-uma- loja-de.html Acesso em Fevereiro / 2010
 
Gomes, Carlos Augusto. Como montar uma loja de material de construção. Disponível em: http://ij.ig.com.br/materias/191001-191500/191306/191306_1.html Acesso em Fevereiro / 2010